quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Natal nas terras do norte

Oiiee gente,.....

Estamos bem pertinho do Natal,... e este é o nosso primeiro Natal aqui em Toronto. Claro que agente sente falta da família até porque o marido e eu sempre passamos as Festas com nossas famílias. Esse ano vai ser um pouquinho diferente.

Mas a época do Natal aqui é mágica,... todos respiram essa atmosfera de encanto e magia (bom, quase todos). Adoro ir nas lojas e ver os enfeites de natal,... falando sério, eu nunca tinha visto tanta variedade. É lindo.

Outra coisa que acho muito interessante são as músicas de natal: elas são diferentes das que temos no Brasil, mais animadas. Vários grupos gravam músicas para essa época. Esses dias nós fomos no Starbucks, já era tarde (para os padrões daqui), pedimos dois cafés da estação (peppermint mocha e pumpkin spice latte),... aquela música de natal tocando, pessoas entrando e saindo, a vista da rua com as pessoas cheias de casaco, luvas, touca,... estava tudo tão perfeito. Falei pro marido: "estamos vivendo o nosso sonho".

Aqui está uma das músicas que gosto: Santa Claus is coming to Town.


Nós, nesse ano, compramos alguns enfeites de Natal: 
- Luzinhas (pisca), Papai Noel (boneco de pendurar na porta), docinhos de Natal (candy canes) e as famosas Meias para colocarmos os presentes dentro.

Lógico, compramos três: uma pro marido, uma pra mim e uma pra Kiara!



Bom, desejamos a todos um Natal iluminado, cheio de alegrias!!!!



quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

A Viagem de Avião da Kiara

Kiara "pronta" para a viagem
Oieee gente,...

Muito obrigada pelos comentários no post passado e pretendo responder a cada um individualmente.

Desculpem a demora em postar e responder os e-mails, mas com a chegada da Kiara e a visita da minha mãe, resolvi deixar as coisas "meio de lado" e aproveitar o colinho da mãe enquanto ela estava aqui do meu lado.

Foi um tempo muuiittooo bom e consequentemente passou muito rápido.

Hoje meu tópico é responder os comentários e e-mails (de maneira geral) no que concerne a viagem da Kiara.

Kiki no avião
Minha mãe pretendia vir com os pontos do TAM Fidelidade, mas foi informada que as vagas para vir com pontos já tinham se esgotado!?! Pois é, também não entendi, mas continuando... ela decidiu que compraria a passagem para não se incomodar.

No início de outubro ela entrou em contato com a agência de turismo que faz as coisas pra nós, a Flytour - gente muito boa e super competente. Eles fizeram a reserva da passagem (TAM + Air Canada) com a questão da Kiara, ou seja, animal de pequeno porte para viajar na cabine. Ficaram aguardando as liberações das companhias (precisa da autorização em cada uma delas). A Air Canada logo confirmou e autorizou o trecho, inclusive dando as boas vindas à Kiara, mas com a TAM foi uma novela.

O pessoal da Flytour moveu céus e terras para obter a autorização...Para encurtar a história, A Tam só liberou na semana que a minha mãe estava vindo pra cá, ou seja, em 07 de Novembro e minha mãe embarcava no dia 10. Mas o pior foi a desculpa usada pelo escritório da TAM: "a autorização foi pedida com muita antecedência". Pode uma coisa dessas!?! Agente não está indo ali na esquina para pedir de um dia para o outro.

Mas fica a minha dica: façam tudo com o máximo de antecedência possível.

Deixei um roteiro para minha mãe e a lista de documentos com o número de cópias que iria precisar com o veterinário da Kiara (outra pessoa sensacional,...). Então foi tudo tranquilo.

Minha mãe chegou no aeroporto em Porto Alegre - com determinada antecedência - foi até o Ministério da Agricultura e já saiu com o CZI.

As taxas para trazer o pet são pagas no balcão das companhias quando se faz o check in.

O pessoal do aeroporto (balcão) da TAM foi muito atencioso - justiça seja feita - ... ajudaram a minha mãe, foram tri simpáticos com ela e a Kiara. O pessoal da Air Canada também foi super legal,... não temos nenhuma queixa, bem pelo contrário, somente elogios.

Quanto aos trechos viajados: a Kiara é uma lady, ela se comportou muito bem,.... segundo a minha mãe a maioria das pessoas nem sabiam que havia um cachorro no avião, só quem estava mais perto. Ela não comeu nada durante os trechos nem passou mal. Ela se agitou um pouquinho na hora de decolar, mas no mais foi tudo tranquilo.

Sacola de viagem com Kiara dentro!
Outro fato importante é que a bolsa de viagem deve ser acomodada embaixo do banco a sua frente, então sugiro que seja uma bolsa de pano, fica mais fácil acomodar. A da Kiki foi feita pela D. Lourdes (pessoa maravilhosa) que tem uma ONG chamada Amigos de Pelo. Fizemos mais uma bolsa (a que está na foto) com as medidas da Copa Air - ficou menor e mais fácil de carregar.

Vale a pena ressaltar que a Kiara sempre foi uma criaturinha muito tranquila e que foi acostumada com pessoas e viagens (de carro) desde cedo. Nosso programa preferido no findi era ir pra Porto Alegre no Shopping - Barra Shopping Sul - com a Kiara. Ficávamos lá por horas passeando! 

Na chegada aqui em Toronto ela passou pela inspeção e pagou a taxa de entrada da Kiara.

O reencontro foi emocionante, ver a mãe e a Kiki junto foi tudo de bom.

Lista de Documentos que preparei (todos em 2 vias):
Certificado de vacinação - atestado do veterinário - (em português e inglês);
Laudo/ Atestado dizendo que o animal possui boa saúde e não possui doenças infecto-contagiosas;
Original e xerox da carteira de vacinação;
Atestado do veterinário dizendo que a Kiara foi castrada;
Certificado de "propriedade" com número do microchip;
Autorização (em meu nome) para minha mãe viajar com a Kiara;

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Kiara está chegando!!!!!

Oiiee gente,

O post de hoje é dedicado a estrela do blog: Kiara!!!!!

Como já havia comentado aqui, a Kiara ficou no Brasil com a minha mãe. Tomamos essa decisão depois de conversarmos com algumas amigas que já passaram pela mesma situação. No início é bem complicado, muitas coisas a serem providenciadas, então imaginem a cabecinha dela tentando processar tudo: viagem "barulhenta" e estressante de avião, sem comida, vai para um quarto de hotel sem o nosso cheiro e fica trancada nesse ambiente o dia todo.... Ninguém merece!!!!

Então decidimos que a minha mãe iria trazê-la um mês depois ou quando já tivéssemos nos instalado. Assim, tudo funcionou bem, conseguimos apartamento, temos alguns móveis e já encontramos a comida (ração) que ela comia no Brasil.

Outro fato importante, já fiz o cadastro/ licença da Kiara junto à Prefeitura de Toronto. Para aqueles que pretendem trazer seu pet: é necessário cadastrar e pagar as taxas anuais (o que meu marido chama de IPTU de cachorro). Feito o cadastro, você recebe uma medalha (tag) - com o número de inscrição - que deve estar sempre na coleira quando seu pet sair de casa. Mais informações e os valores podem ser encontrados no site do Toronto Animal Services

Não preciso nem falar da saudade,.....
Kiara no passeio da Maria Fumaça
em Marcelino Ramos - RS

    Quer coisa melhor? Visita da MÃE + trazendo    KIKI = Felicidade total!!!!!

   Elas chegam na sexta feira 11/11/11 as 6:00.... e estaremos no aeroporto esperando.


Até mais,......

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Halloween

Oieee gente,...

Para quem não sabe o Halloween (Dia das Bruxas - no Brasil) faz parte da cultura canadense e é comemorado no dia 31 de Outubro.  

Este foi nosso primeiro Halloween nas terras do norte. Claro que não poderia deixar passar em branco. Foi muito legal. 

No nosso prédio o pessoal organiza uma comemoração para as crianças. Tem jogos, distribuição de doces, salgadinhos,...  e para os adultos, chocolate quente e cookies.

Adorei assistir.

Depois fomos andar um pouco para ver a decoração e a movimentação nas casas aqui da vizinhança. Gente,... o negócio é bárbaro!!! O pessoal enfeita as casas e muitos já ficam na frente, fantasiados esperando a criançada chegar. Ahhh, e não é só criancinha que participa não,... a gurizada dos seus 13, 14 também participam.

Outro ponto que me chamou atenção foi que todas as crianças ou adolescentes estavam acompanhados por pelo menos um dos pais (quando não eram os dois). Entendi que é uma atividade em família e eles prezam muito o convívio da família.

                     Por enquanto é isso,... and

                                       

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

1 Mês no Canadá

Oiiee Gente,...

Hoje faz um mês que chegamos aqui em Toronto. Um mês que fizemos o nosso landing. Um mês que estamos vivendo o nosso sonho.

Acredito que o grande "barato" dos seres humanos (ou da maioria deles) é que estamos em constante aprendizado e adaptação. Acho que estes são os dois verbos que marcarm o primeiro mês no Canadá: aprender e adaptar.

Aprendemos mmuuuiiittaaasss coisas novas. Ao contrário do Brasil, aqui em Toronto tudo se define por Norte, Sul, Leste e Oeste (North, South, East and West) - olha a importância de ter prestado atenção nas aulas de geografia do Tio Iva!

Claro que no início "apanhamos" um pouco,... caminhamos mais do que precisávamos - principalmente eu (pessoa que nasceu com o cromossomo da localização geográfica meio falhado!), mas aprendemos. Para vocês entenderem, na mesma rua, por exemplo Bloor, nós temos dois prédios com o mesmo número. Então sempre temos que cuidar se está em E ou W. Como saber isso? Tem uma rua aqui que divide a cidade em Leste e Oeste: é a Yonge Street. Dá uma olhadinha no mapa:



Outra coisa interessante são as economias que pode-se fazer. Aqui vão dicas de lugares que já fomos e gostamos.
Eaton Centre: além da infinidade de lojas, tem uma praça de alimentação - a Urban Eatery- cheia de opções. Adoramos comida oriental. www.torontoeatoncentre.com
Dica: no final do dia (perto da hora de fechar) normalmente os pratos tem 30% de desconto (ou mais). São embalagens para levar comida para casa. Sempre que possível pegamos uma.

Richtree Market: com um visual bem legal, tem bastante comida natural e fresquinha. Adorooo os muffins, principalmente o de blueberry. Na hora da "xepa" você consegue comprar dois muffins pelo preço de um. Essa "loja" tem em mais de um lugar, inclusive no Eaton Centre. Se quiser conferir: www.richtree.ca

Fresh Slice Pizza: na minha opinião, uma das melhores pizzas (até agora). Nas terças feiras eles tem uma promoção de $ 1.00 a fatia de pizza. É isso mesmo. O destaque - além do preço - é que as pizzas saem a toda hora então estão sempre fresquinhas. Além do que você pode comer vários sabores,..... Nós normalmente vamos na da Yonge. Outro destaque é o atendimento deles,... achei tri legal! Claro que tem outras promoções e se você prefere pode encomendar a pizza da forma tradicional. O site deles é: www.freshslice.com

Bom, vejo que tem um número bem bom de acessos diários. Gostaria de pedir que quem tem sugestões sobre lugares para irmos, ou quem tem alguma opinião sobre esses lugares que coloquei aqui participassem deixando o seu comentário. Fico tri feliz quando o pessoal dá dicas ou comenta o que está aqui. A ideia é trocarmos experiência e nos ajudarmos.

Abraços a todos,... e vamos para o segundo mês!!!!!!!!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Documentos e outras Providências

Oiieee

Gente, esse vai ser um post meio "burocrático", falando mais sobre providências e documentos que os imigrantes precisam encaminhar quando chegam aqui.

Uma das nossas primeiras preocupações era encontrar um lugar para morar. Claro que o Bed & Breakfast ajudou muito na contensão de despesas, mas chega um ponto que agente acaba querendo nosso canto.

Saímos procurando apartamento; aqui aproveito para agradecer a duas amigas que me ajudaram muito: Ana e Lupatinadora. 

Nos decidimos pelo apartamento que fica a 15 min do centro (by subway) e aceita pet (fundamental!!!). Ele fica a 5 min da estação do metro. Temos 1 quarto, cozinha, banheiro, sala estar/jantar e sacada. Não temos maquina de lavar roupa dentro do apto, mas no basement (porão) tem as máquinas de lavar e secar - muito legal, até agora não manchamos nada!

Em uma visita ao Community Centre conhecemos a nossa agente comunitária. Ela nos deu várias dicas importantes, dentre elas uma agência de empregos com cursos voltados à nossa área de atuação incluindo o inglês; nos ofereceu o endereço do Community Centre para a entrega do SIN (Social Insurance Number); nos passou os endereços onde deveríamos ir para encaminhar os outros documentos e por fim se colocou a disposição para esclarecimento de dúvidas. 

Encaminhamos o nosso SIN (documento necessário para trabalhar). Os documentos solicitados foram: passaporte + formulário recebido no departamento de imigração; Ainda, eles pedem o endereço completo para envio. Na hora já saímos com o número, mas o cartão é enviado em até 10 dias úteis. E adivinhem,.... BINGO, no décimo dia recebi uma ligação da nossa agente comunitária me informando que o cartão havia chegado no Community Centre.

Já para o OHIP (cartão referente ao sistema de saúde) é necessário que se tenha (além do passaporte e formulários recebido na imigração) uma prova de endereço pessoal seu. Então levamos a apólice do seguro residencial (Home Insurance). Tiramos a foto na hora. Neste ato deve-se optar por ser doador de órgãos e tecidos ou não, bem como escolher quais órgãos você não quer doar. Não tivemos que pagar nada. O atendente, também bastante simpático, nos informou que até final de Dezembro estaremos recebendo o cartão.

*Só para lembrar que o PR Card já foi encaminhado quando fizemos a Imigração (post passado) 

Posso afirmar uma coisa: não ficamos mais do que 20 minutos em cada repartição para encaminhar tais documentos. Estou falando no tempo de chegada, triagem, preencher formulários, sermos atendidos e irmos embora. Foi tudo bastante rápido. Outro ponto a ser destacado: sempre fomos bem atendidos, talvez agente deu sorte e até agora não temos nenhuma queixa.

Tudo foi feito nessa ordem que eu contei aqui no post. Pra nós deu tudo certo. Lendo alguns outros blogs, já tinha tirado fotos no Brasil para chegar aqui com tudo pronto. Até agora não usar nenhuma.

O próximo passo será encaminhar a carteira de motorista, pois a nossa é válida por 60 dias na província de Ontário.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Preparativos e chegada - parte II

Oiieee, 

Estou de volta para continuar o post passado. Só lembrando que nada disso que escrevo aqui é oficial, são apenas relatos do que aconteceu conosco!

Trouxemos toda a documentação que os oficiais de imigração podem pedir para ver e mais uma "penca"!!! Gente, eles não pediram para ver nada, nem seguro saúde, nem extratos bancários, NADA.

Claro que mostramos os formulários que recebemos com o visto e o que recebemos dentro do avião (devidamente preenchido) e como tinhamos o endereço de uma amiga, o PR Card já foi encaminhado para lá. 

Foi muito tranquilo. Saindo dali, pegamos nossas malas e fomos tomar um Tim Horton's.

Como já mencionei reservamos um Bed & Breakfast para as duas primeiras semanas, o que se tornou bem mais econômico do que ficar num hotel. A localização é bem boa, pertinho de uma estação de metro - Sherbourne, o que facilita muito a locomoção.

Nosso quarto é relativamente pequeno, mas é bem limpo, banheiro privativo, microondas, geladeira, chaleira elétrica, TV e ar condicionado. Não tem luxo!!!!

Essas "coisinhas" ajudam muito a manter os gastos sob controle uma vez que podemos comprar nossa comida congelada e outros mantimentos.

Ainda, está incluso na nossa tarifa o café da manhã. Ele é huge! Temos direito a 3 ovos (estilo a escolher), bacon ou presunto ou salsicha, fruta, torrada (toast) e café (preto) ou chá. O café é servido pelo Eggsmart (prédio na esquina) e as gurias que atendem são super queridas. Dê uma conferida no site: www.eggsmart.ca

Para quem tiver interesse aqui estão os dados do Bed & Breakfast que ficamos:

Ada's Guesthouse
29, Linden Street, Toronto

Importante: eles não aceitam pets.

Até mais!!!!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Preparativos e chegada - parte I

Oiiee gente,...

Desculpem o sumiço básico, mas as coisas são muito corridas aqui, principalmente para quem está chegando e precisa providenciar TUDO!

Antes de continuar, preciso agradecer a todos que colocaram comentários nos posts passados. Não tive tempo para responder ainda, mas desde já agradeço pela força, pelos votos de sucesso, enfim, por todo apoio.

Desde que recebemos a notícia de que os vistos estavam no escritório da Interapoio (SP), tudo aconteceu muito rápido. Sorte que já tinhamos muita coisa pré-organizada. (Decidimos só esperar o casamento de uma "prima/meio irmã" minha - Dani).

Bom, a intensão é contar aqui o que aconteceu conosco para poder ajudar (dar uma dica) para quem vem depois. Nada disso que é falado é orientação oficial, ok?

Fizemos o seguro saúde, para os três primeiros meses, pela GTA também através da Interapoio. Recebemos os vouchers pelo e-mail, tudo bastante prático. "So far so good" - até agora tudo beleza (não precisamos usar!!!).

Viemos pra cá apenas com nossas roupas, alguns calçados e coisas de uso pessoal (dicas vistas em outros blogs). No total foram 4 malas grandes - nenhuma passou de 29 Kg,  duas malas de mão - carry on, minha bolsa com os documentos importantes e a mochila do marido com laptop e outros eletrônicos.

Importante: trouxemos algumas roupas na carry on pois se as malas despachadas não chegassem (como já aconteceu para uma amiga minha que ficou uma semana sem suas malas), teríamos uma reserva técnica.

Outra dica legal: nos organizamos para abrir apenas uma das malas, assim não precisamos procurar e abrir todas as malas cada vez que precisamos de uma roupa. Claro que não se tem muitas opções, mas pode-se viver um tempinho assim.

Reservamos um Bed & Breakfast para as duas primeiras semanas (vou falar mais sobre isso no próximo post).

Até mais

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Chegamos!

Oiieee gente,...

Chegamos em Toronto na manhã do dia 28/09. A parte da Imigração foi super tranquila - vou falar mais sobre isso em outro post.

Toronto é linda,.... 

Já encaminhamos alguns documentos (PR Card, SIN) e estamos organizando o aluguel do apartamento. Compramos o passe mensal do Metro (Outubro).

Desculpem não falar muito, mas o tempo é curto e quando chegamos no Hotel a noite, só temos tempo para tomar banho, jantar e cair na cama.

Como já tinha lido em outros blogs, anda-se muuuiiitttooo!!!!! Então venham preparados para isso.

Gente, hoje fico por aqui. Estava meio aflita por não ter colocado nada no blog até agora.

Até mais

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Toronto aí vamos nós!!!!!!

Oiieee gente...

Passei para compartilhar com vocês mais uma parte dessa jornada. Os vistos chegaram as nossas mãos (ufa). Um casal de amigos que estava em São Paulo fez esse imenso favor pra nós. Ficamos tri felizes.

Agora já compramos as passagens e reservamos hotel. Vamos no dia 27/09..... isso mesmo, nesse mês. Estamos em uma correria louca para arrumar tudo. Vamos de Air Canada. Amanhã vamos de mala, cuia e Kiara para o apartamento da minha mãe.

A medida que as coisas forem acontecendo, colocaremos mais informações!!

Vamos indo pois a lista do TO DO ainda está grande.

Até mais.

sábado, 17 de setembro de 2011

YYYEEESSSS, nós temos visto

Ooiieee gente,...

Estamos muuuiiittttoooo felizes. Ontem recebemos um  e-mail da Interapoio nos dando os parabéns e nos informando que nossos passaportes com VISTO e documentos estão lá.

Iupy,... eeehhhhhh, nós ganhamos o visto!!!!!

É tanta alegria que não consigo nem escrever direito, mas tinha que dividir isso com vocês que nos acompanham nessa jornada.

Vaaallleeeuuuu!!!!!!!!!!!!!!!!!

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Workshop de maquiagem

Oiieee gente,....

Enquanto não temos novidades quanto ao visto, vou contando sobre a vida mesmo.

Nesse feriado de 7 de setembro participei de um workshop de maquiagem. Considerando que eu ADORO maquiagem, achei que eu merecia esse "presente", afinal estamos indo para um outro país e quero saber ficar "belíssima" como diz a minha irmã.

O curso foi dado pela Luiciane Ferraes. Eu já acompanhava o blog dela, o qual é muito bom; mas preciso confessar que tudo o que eu pensava dela (linda, querida, simpática, competente, atenciosa,...) tive que multiplicar por 10! Ela é sensacional!!! Saí de lá me sentindo mega poderosa com a maquiagem que EU fiz,.... claro que com a supervisão dela.

No blog a Lu dá dicas, comenta produtos e tem vídeos das maquiagens com o passo a passo - vale a pena conferir.


Bom, fica a dica e espero que gostem.

Até mais

terça-feira, 30 de agosto de 2011

La Dernière Classe de Français

Oiiee gente,...

Enquanto não temos novidades sobre o processo, vou escrevendo sobre a vida. Sexta feira passada (26/08) foi a minha última aula de francês. 

Eu comecei a estudar francês em março de 2009 pois achava a língua muito elegante e charmosa. Claro que achei que o francês é muito mais difícil que o inglês (galera, o que é toda aquela conjugação????), mas com certeza é muito linda e vale a pena estudar.

Sabem que eu estou sentindo um vazio,... aquele sentimento esquisito de que está faltando algo.

Foram bons tempos de aprendizado e com certeza muita diversão. Nós eramos uma turma pequena (muito pequena), minha colega Pati, eu e a professeure Claudia.

Eu sempre adorei música, por isso "infernizava" a vida dos meus professores (também quando estudava inglês) para ter músicas no idioma. A Claudinha sempre passou músicas pra nós. Na última aula ela passou La Seine. Muito bonita e tranquila de entender.

Só tenho a agradecer a minha colega Pati, uma pessoa muuuiiiittttooooo querida, inteligente e companheira. E o que escrever sobre a Professeure???? Por certo não existem palavras suficientes. Só posso dizer Merci beaucoup, thank you, muito obrigada: por me ensinar francês, por me ensinar a amar o francês, por me entender quando não conseguia entregar os temas (...), por me dar força quando eu precisei,... por ser uma grande inspiração. 

Aqui está o vídeo da música que ela nos passou na última aula. Espero que gostem...


quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Nova Inspiração

Oiiee gente...

Muito obrigada pelo carinho que recebemos de vocês no último post. Saibam que foi muito importante pra nós. Li esta passagem e compartilho: A lição do bambu chinês.

Depois de plantada a semente deste incrível arbusto, não se vê  nada por aproximadamente 5 anos, exceto o lento desabrochar de um diminuto broto. Todo o crescimento é subterrâneo. Uma maciça e fibrosa estrutura da raiz que se estende vertical e horizontalmente pela terra, está sendo construída, invisível a olho nu. Então, no final do 5º ano, o bambu chinês cresce até a altura de 25 metros.

Covey escreveu: "muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês. Você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento e, as vezes, não vê nada por semanas, meses ou anos. Mas se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu 5º ano chegará e com ele virão crescimentos e mudanças que você jamais esperava."

O bambu chinês nos ensina que não devemos facilmente desistir de nossos projetos, de nossos sonhos. Devemos sempre lembrar dele para seguirmos em frente diante das dificuldades que surgirão. Procure sempre cultivar dois hábitos: persistência e paciência. É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita flexibilidade para se curvar ao chão.

Quando li este ensinamento logo lembrei do longo processo que estamos passando. Ela, assim como os comentários recebidos no último post, nos deu mais força e ânimo para continuarmos nesta jornada e nos fez lembrar que tudo tem seu tempo. É por isso que gostaria de compartilhar com vocês...

Até breve.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Esperar...

Oiieee Gente....

Sei que todos já estão carecas de ouvir, ou melhor, de ler sobre as pessoas reclamando quanto ao tempo e a espera. Eu particularmente não gosto desse tipo de coisa pois quando começamos esse processo sabíamos que seria longo e demorado, mas as vezes precisamos desabafar esta agustia.

Essa noite eu acordei no meio da madrugada e fiquei pensando na questão da espera. É certo que agente aprende a conjugar este verbo em vários idiomas (no meu caso: português, inglês e francês), em seus mais diversos tempos verbais (presente, passado, futuro, ...). O detalhe é que do nada lembrei de um filme: A Volta do Todo Poderoso, quando estão dialogando "Deus" e a esposa do personagem principal - não lembro o nome dos personagens.

"Se algém rezar pedindo paciência, acha que Deus dará paciência ou Deus dará a oportunidade de ser paciente? 
Se pedimos coragem, Deus nos dá coragem ou oportunidade de sermos corajosos?
Se alguém pede que a família seja mais unida, acha que Deus une a família com amor e alegria ou dá a eles oportunidade de se amarem?"

Mas enfim, o legal é a mensagem que esse pequeno diálogo traz consigo.

Outra coisa que é muito legal é que no português, diferentemente de outros idiomas, o verbo ESPERAR também significa ter esperança. Por isso pensei que também fico feliz ao conjugar, pois isto significa que temos esperança, ... esperança de que o visto chegue logo,... esperança de que o pedido de exames médicos dos amiguinhos blogueiros chegue logo,... esperança de nos encontrarmos todos no Canadá em pouco tempo.

Desculpem esse post meio sem propósito, mas precisava tirar isso do meu peito e ninguém melhor do que vocês para me entender. Estamos esperando!

Por fim, tenho que prestar minha homenagem a uma pessoa que nos apoia desde o início dessa caminhada: a Tec. K! Ela é uma frequentadora assídua do blog, deixando as suas mensagens e principalmente: Ela é minha AMIGA. Ela é o meu exemplo de pessoa querida, corajosa, detentora de um coração enorme. Ela nunca se deixa abater pelas dificuldades,.... dificuldades?!? Tenho certeza que essa palavra não existe para ela. Ela tem um pensamento positivo enorme e conquista tudo o que deseja. Ela já passou um tempo nos EUA e agora está indo trabalhar nos Emirados Árabes. Eu estou muito feliz por ela... e aproveito para desejar (algo que tenho certeza que ela já tem), todo o sucesso e felicidade do mundo nesta nova etapa da sua vida.

Beijos Tec. K. Saibas que te admiro muito.

domingo, 10 de julho de 2011

Exames Médicos

Oiieee gente,...

Como eu havia prometido no post anterior, vou contar sobre os exames médicos. 

Um pouco antes de recebermos a solicitação para os exames médicos, ficamos sabendo (através do blog dos Canadian Wolves) que não havia mais médico do Consulado Canadense aqui no RS e que o mais próximo fica na cidade de Curitiba. 


                            Dr. Benito Gusso - Instituto Forlanini
                                      R. Pedro Ivo, 318 
                                         Curitiba - PR 
                                      Tel: (41) 3224-6422

Assim, quando recebemos o pedido, marcamos os exames e a consultas para o mais breve possível (01/07).

Era necessário levar 3 fotos (5x7) de cada um e documentos. Reservamos o voo Poa - Curitiba para o dia 30/06 (voces sabem como é nesta epoca do ano, inverno+neblina= aeroporto fechado) e agente não podia arriscar. Quanto ao hotel, ficamos no Granville Park (fizemos a reserva através do decolar.com).

O Hotel foi muito bom, o atendimento foi legal e o pessoal do hotel foi bem gentil, bom preço e ainda fomos para a clínica a pé. Isso mesmo, a vantagem é que pode-se fazer o percurso sem carro (opção de cada um), nós adoramos andar pela cidade (pena que choveu um pouco).

Ainda, há outras duas opções de hotéis (que ficam um pouco mais perto): o Savoy e o Hotel Del Rey.

Bom, mas falando dos exames e da clínica: mmmuuuiiiitttooooo show. O pessoal que atende e te leva para fazer os exames é muito legal e ágil. Todos são muito simpáticos. E o Dr. Benito Gusso é demais! Ele foi super querido, conversou, fez perguntas, examinou, nos deu dicas. Ele é super inteligente e simpático.

Nos sentimos muito bem em todos os momentos - inclusive na hora do exame de sangue - (quem me conhece sabe do meu pânico de agulhas).  O Dr. Benito tem uma equipe sensacional.


sábado, 2 de julho de 2011

Nosso Timeline

Oiiee gente....

Atendendo aos pedidos feito pelo pessoal, aqui está o nosso Timeline. É só clicar na aba acima.

Aproveito para deixar registrado que fizemos nossos exames médicos em Curitiba. Vou fazer um post mais detalhado dando inclusive sugestão de hotéis para o pessoal.

Por enquanto é isso. Até mais...

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Pedido de Exames Médicos!!!

Oiieee Gente....


Chegou nosso pedido de exames médicos... Não estamos acreditando. 


É muito bom!!!!!!!!!!!! Estamos muito felizes !!!!!!!!!!!!!!!


A fila está andando,... (eba, oba, yupi)



domingo, 29 de maio de 2011

Property Virgins

Oiieee gente,...

Antes de continuar os posts sobre o processo de imigração, quero falar sobre um programa de tv que é muito legal: PROPERTY VIRGINS, um programa que mostra os dilemas e da dicas para as pessoas que querem comprar seu primeiro imóvel.

Quem apresenta este "reality show" é Sandra Rinomato, uma corretora muito experiente, que, entre outras coisas, explica as vantagens de cada bairro da cidade de Toronto.

Além de tudo, é muito bom para treinar o inglês e ir se acostumando com o vocabulário específico. 

A maioria dos programas que assistimos até agora se passam no Canadá (Toronto) mas há alguns nos Estados Unidos.

No Fox Life o programa é apresentado de segunda a sexta, as 13:30, 17:30 e as 21:00.

Aqui no Brasil, estamos assistindo a terceira temporada, mas segundo algumas pesquisas pude verificar que há 10 temporadas até agora.

O pessoal do PTB&P in Canada já tinha escrito sobre o tema. Na época eu comentei que também tinha um post para colocar aqui no blog. Como as coisas boas devem ser compartilhadas, esperei um pouquinho mais para publicar o meu e adicionei a informação abaixo retirada do blog deles:

O site da apresentadora é: www.rinomato.com; como o pessoal do blog já disse, ela é excelente e vale a pena conferir!

sábado, 21 de maio de 2011

Processo de Imigração - parte I

Oiiee Gente,...

No domingo passado estivemos na festa de aniversário de um tio do meu marido. A festa foi muito agradável e cheia de emoções. Esse tio, quando era mais novo, morou fora do Brasil (na Alemanha).

Na hora que o tio foi fazer o discurso ele relembrou épocas e acontecimentos marcantes de sua vida, inclusive quando morou fora. Neste momento ele citou o nome do meu marido e nos olhando disse: agora é a hora!

Bom, não preciso dizer que foi uma chuva de perguntas desse lado da família. Esclarecemos que estávamos indo para o Canadá (e não Alemanha como muitos haviam entendido). Concluindo, todos queriam saber como, porque, quando,...... Sei que já foi explicado em vários blogs (assuntinho recorrente em nossas redes), mas aqui vai a minha explicação (de como foi no nosso caso):

Quando optamos pelo processo de imigração, decidimos contratar um escritório para nos ajudar com todos os trâmites e documentos.

Pesquisando na internet achei várias empresas, mas a Interapoio nos chamou a atenção. Eles fazem uma entrevista com o candidato e verificam as suas possibilidades. Achei interessante que se a pessoa não tem os pré-requesitos necessários, eles já te avisam na hora.

Há a possibilidade de fazermos através do Skype, mas como o marido diz que eu tenho mania de "teoria da conspiração" (medo de ser passada para trás) preferi ir pessoalmente, sabe aquela coisa de ver as instalações, olhar no olho da pessoa? Pois é, era isso que eu queria.

Quem nos atendeu foi o Francisco. Ele fez uma entrevista e esclareceu todas as nossas dúvidas.

Nós optamos pelo processo federal - Skilled worker. A primeira medida foi fazer o IELTS, uma prova que certifica o seu nível de inglês (vou fazer um post específico logo), e organizar os documentos - que não são poucos - de todos os membros da família  (que pretendem imigrar).

Todos os documentos precisam ser traduzidos por tradutor juramentado. Depois de tudo isso pronto, os documentos e os formulários devidamente preenchidos são enviados para o Canadá.

Após, uma taxa é descontada no seu cartão de crédito. Os valores são diferentes para cada tipo de processo. Vocês podem conferir mais informações no próprio site do Consulado do Canadá.

Lá também existe um self-assessment test (tudo em inglês) onde você pode verificar se você é elegível ou não para o processo de imigração.

Hoje estamos aguardando o pedido de exames médicos.

Nós só temos elogios ao serviço da Interapoio até agora. Agradecemos a todo seu pessoal (Francisco e equipe) pelo excelente atendimento.


segunda-feira, 2 de maio de 2011

Kiki on the beach


Ooiiee pessoas, ... e caninos...

...hoje quem está no comando do blog sou eu: Kiara (hihihi). Resolvi assumir o blog e dar uma folguinha para minha mãe. Já que ainda não temos novidades no nosso processo de imigração, eu vou contar como foi nosso passeio para Garopaba.

Eu, muito bela com minha malinha, estava eufórica para conhecer este lugar (adoro viajar!!!). Nós saímos da nossa cidade no horário previsto. Só fiquei "meio assim" de ir na minha bolsa de viagem (mamãe diz que eu tenho que me acostumar a ficar ali por horas em função da nossa ida pro Canadá). 

Nossa primeira parada foi o Japonês, lá muitos outros totozinhos também estavam fazendo seu pit stop. Depois fomos até Imbituba e então chegamos na Pousada em Garopaba.

O lugar onde ficamos se chama Pousada das Palmeiras, a dona (Andrea) é uma pessoa super legal e com um astral muito show (adoro pessoas com astral show). Ficamos bem instalados e muito bem localizados - perto de tudo.

Adorei sentar na varanda com meus donos (tomando chimarrão) e seus novos amigos.

Quando papai e mamãe saiam para comer eu ficava no quarto. Me comportei super bem, afinal de contas sou uma lady.

Passeamos bastante. Eu conheci o mar e a areia. Não gostei muito do barulho do mar, mas adorei o sol e a areia. Quase nem me sujei. Assistimos o pôr-do-sol lá da igreja com vista linda para o mar (minha foto aqui em cima).

Claro que do jeito que meus donos são, caminhamos a rua central umas 500 vezes. Era um tal de entra e sai de loja que as vezes eu ficava meio perdida (que bom que eu estava na guia,...).

Pena que passou muito rápido. Voltamos no sábado pois queríamos passar a páscoa com a família.

Uma dica: pude acompanhar meus donos no almoço no Restaurante Lagoa (em Laguna). Eles me deixaram entrar também porque eu estava na sacola de viagem,... ahhh e eles também deixam outros amigos entrarem desde que estejam em suas sacolinhas ou em kennels.


domingo, 17 de abril de 2011

Inspiração - Do lado de cá... com a Turma do Balão

Oiiee gente,...

Desculpe o sumiço do blog, mas estava sem inspiração para escrever. Sei que o processo é demorado e que devemos ter paciência, mas desta vez  estava meio desanimada...

Bom, já que não tenho novidades no processo, resolvi escrever sobre a vida. 

O mês de abril é muito especial para mim pois é o mês do meu aniversário (dia 04) e também o mês que casamos. No dia 20 vamos comemorar 9 anos de casamento e por isso o marido e eu resolvemos passear em Garopaba - SC.

Eu costumava ir pra la todos os anos no verão com minha família. Agora já faz mais de 15 anos que não estive lá. Reservamos uma pousada que aceita a Kiara (lógico que ela vai junto). É bom para "dar um tempo pra cabeça".

Ainda, quero agradecer a todos que estão visitando o blog. Tenho notado que bastante gente acessa e isso me faz muito feliz, principalmente quando deixam comentários.

Por fim,... tenho que agradecer e parabenizar a Turma do Balão,... eles fizeram um vídeo lindo, maravilhoso, incrível, sublime, excelente, ótimo, admirável... Esses são apenas alguns adjetivos (mas não suficientes) que posso usar para tentar descrever o vídeo. A música é do grupo Chimarruts - aqui da terrinha e que eu AMO. Claro que nós (marido e eu) não contivemos as lágrimas e nos emocionamos muito quando nos vimos no vídeo (símbolo do blog: a cuia dentro da maple leaf). Vale a pena conferir....

Depois de tudo isso, e com esse domingo LINDO de sol, tenho um feeling de que nesse mês de abril vamos receber as notícias que estamos aguardando ansiosos.

Que bom que "do lado de cá temos música, AMIGOS e alguém para amar..."  É isso que faz a vida valer a pena.

Muito obrigada Turma do Balão,....   

sábado, 2 de abril de 2011

Canadá e Família ...


Hoje estou acompanhada de uma criturinha muito especial. Ela entrou em nossas vidas há mais ou menos 8 anos. Está sempre conosco e adora a Kiara (ou a Kiara adora ela, não tenho bem certeza). Essa "princesinha" é nossa sobrinha.

Estou escrevendo esse post por solicitação dela. No início eu não estava muito comfortável com a idéia, mas depois achei que era uma boa. Quando contamos para a família das nossas decisões e planos - há algum tempo atrás - todos ficaram surpresos, ... e ela não gostou NADA da comunicação.

Foi necessário tempo, bastante tempo para que nossa princesinha conseguisse entender que tudo o que estava acontecendo ao seu redor.

Explicamos que a distância é conceito "relativizado" pois existem muitas formas de contato (msn, skype).

Acho que hoje todos da nossa família (tanto da minha quanto a do marido) já estão acostumados com a idéia. Todos estão nos dando o maior apoio, assim como os amigos mais chegados (os que sabem das nossas metas).

Família: vocês não tem noção da importância que o apoio de vocês tem para nossa caminhada. Na verdade ela nos dá força para seguir em frente nesse processo tão conturbado.

Dessa forma fica a dica para aqueles que não sabem como contar. A verdade é sempre a melhor política, mesmo que a contemos aos poucos (em doses homeopáticas) para evitar complicações.

Princesinha: te adoramos mmuuiiittooo... beijos!


"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que tu cativas"
(Antoine de Saint-Exúpery)


domingo, 27 de março de 2011

Pré- Viagem com Animais II

Oiiee pessoas...

Conversando com uma amiga que mora em Toronto, coloquei a minha preocupação em leva-la em uma viagem longa e ter que deixa-la sozinha em um quarto de hotel estranho (para resolver as coisas que são necessárias no início). Falei que havia a possibilidade de que a minha mãe levasse a Kiara um mês depois da nossa partida, e minha amiga achou que esta era a melhor opção.

Então a decisão foi tomada. A Kiara vai com a minha mãe um mês depois.

Mas uma coisa ainda me preocupava: fato de levar a Kiki no compartimento de bagagem. Lendo a respeito de transporte de pets em um blog, encontrei um post que falava de um "fabricante" de bolsas para transporte de animais, que produz de acordo com as normas das companhias aéreas, possibilitando levar o pet na cabine junto com os passageiros.

Eu e o marido conferimos as medidas aceitas pela Air Canada (23x40x55cm e até 10 kg), começamos a medir a Kiara e os espaços. Pegamos uma caixa de papelão e colocamos a nossa baby dentro. "Acho que vai dar".

No dia seguinte liguei para a Amigos de Pêlo. Fui atendida pela senhora Lourdes, muito gentil e simpática, que explicou como a bolsa era confeccionada e me deu varias dicas. Escolhemos os tecidos e encomendamos a bolsa. O pagamento foi feito via depósito bancário.

Confira como ficou a bolsa da Kiara:


Como vocês podem ver, a bolsa é bastante espaçosa e confortável. 

Sabem o que me fez sentir ainda melhor? É que a Amigos de Pêlo é uma ONG que abriga animais dando todo o cuidado que necessitam, além de muito amor, e por fim os destinam a doação. O valor de cada artigo que é vendido reverte em favor dos amimais que estão lá.
A Kiara está se adaptando com a sacola nova. Alias, hoje foi seu primeiro passeio,... olha só:


Obrigado a dona Lourdes e aos "Amigos de Pêlo" !!
Sucesso em seu maravilhoso trabalho.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Vida de um Quase Imigrante Canadense

Oiiee pessoas...

Li este texto há algum tempo atrás, foi publicado pela Pati do blog chamado Patitando. Achei muito legal. Ele representa muito bem o momento pelo qual nós (marido + eu) estamos passando. Pedi autorização à dona do blog para colocar o seu texto aqui.


:::: Você sabe que é um quase imigrante canadense quando...

- O carteiro / porteiro foge todas as vezes que te vê.
- Você vai atrás dele de qualquer jeito e ele já vai respondendo logo: "não, não chegou correspondência do Consulado para o senhor hoje não..."
- Não satisfeito, você obriga o moço a dar mais uma conferida nas entregas só para ter certeza...
- Você pára de consertar qualquer coisa em casa. Por que gastar dinheiro com isso se daqui a pouco você está se mudando?
- Aliás, você passa um bom tempo pensando em como engordar a sua poupança, já que vai precisar levar a maior quantidade possível de reservas.
- Visita obsessivamente o E-cas e a página de timelines do Ultranol na esperança de ver algum sinal de notícias, mesmo sabendo que não são fontes totalmente exatas.
- Você achava que a Maria João era algum tipo de oráculo, se irritava com as respostas monossilábicas que ela dava, mas agora que ela saiu do consulado, acha que a eficiência dela deixou saudade...
- Fica tentando imaginar como será a cara do seu oficial de imigração e gostaria de saber porque ele demora tanto para dar alguma decisão sobre o seu processo.
- Os seus amigos se dividiram em dois grupos: os que te apóiam e os que acham que você ficou maluco (pensando bem o segundo grupo nem é tão amigo assim, certo?).
- Entre os amigos que te apóiam, todos disseram que vão te visitar no Canadá, como se fosse ali na esquina, mas você quer muito acreditar que seja verdade!
- Você não vai tirar férias, mas passa a entender tudo sobre malas e especificações das companhias aéreas.
- Você já começou a pensar em quanto vale cada um dos seus móveis, livros e eletrodomésticos e já vai pensando em como organizar o seu bota-fora.
- Passa mais tempo visitando sites do Canadá e da sua futura cidade do que do Brasil. 
- Acha que é melhor começar a entender mais sobre política no Canadá para tentar esquecer o cenário vergonhoso que temos tido por aqui.
- Se pergunta constantemente se está tomando a decisão certa e como vai ser ficar longe da sua família e amigos.
- Consulta o calendário para ver os feriados do ano lá no Canadá e não aqui no Brasil.
- Aprende a converter mentalmente valores em reais para dólares canadenses mesmo que continue gastando em reais aqui.
- Faz mil e uma listas de tudo o que precisa ser resolvido antes da sua partida e tem certeza que vai acabar se esquecendo de alguma coisa.
- Por mais que pesquise, não consegue entender o processo burocrático de declarar sua saída definitiva do país e esperava que pelo menos essa parte fosse mais simples...
- Acha que está virando algum tipo de mestre na arte da paciência e aprende a conjugar o verbo esperar em todos os tempos verbais possíveis, tanto em inglês quanto em francês.
- Fica muito feliz quando encontra outras pessoas no mesmo barco porque sabe que elas conseguem te entender muito bem!


domingo, 13 de março de 2011

Rádio no Canadá

Hoje a conversa é rápida. Estou aqui para dar uma sugestão para quem gosta de rock'n'roll, além de ser uma oportunidade de treinar o listening (audição). Existe uma rádio chamada CHOM, de Montreal. A programação é em inglês e só toca rock.

Pessoas, sem brincadeira, são só as clássicas!

Para quem curte esse tipo de música, essa rádio é o paraíso,...

www.chom.com



domingo, 6 de março de 2011

Conta HSBC no Canada

Quando comecei a pesquisar um local para morar em Toronto percebi que muitos locadores exigem que o locatário já tenha um histórico de crédito (conta bancária por um determinado tempo). Em alguns blogs li que o fato de já se ter conta em banco no Canadá facilita bastante a vida, afinal de contas é uma preocupação a menos.

Depois de muita leitura e indicações da comunidade blogueira, nós fomos ao HSBC para obter maiores informações sobre a conta Premier. Explicamos a situação para a gerente da nossa agência do interior. Ela foi super simpática e atenciosa. Fomos muito bem atendidos.

Então decidimos abrir uma conta HSBC Advance

Depois da conta aberta aqui no Brasil, uma pessoa do IBC (International Banking Center) entrou em contato comigo por telefone e me informou que já havia enviado para meu e-mail os formulários que eu deveria preencher. Chegando em casa e fui correndo conferir. Dito e feito! Lá estava toda a "papelada virtual".

Com os formulários devidamente preenchidos e documentos em mãos fui até minha agência e a gerente os enviou para o IBC. Não precisei me preocupar com nada.

Quero salientar que existe também a possibilidade de abrir conta no banco do Canadá na modalidade Advance. Nós temos quase todos os benefícios da Premier, incluindo o Global view, as transferências de valores (até USD 2.950,00 por dia ou USD 15.000,00 por mês) e você também recebe o welcome kit aqui no Brasil.

Com relação ao cartão de crédito, é necessário que o titular já tenha endereço no Canadá. Assim estava escrito no e-mail que a IBC Assistant me enviou:
ATENÇÃO: o HSBC Canadá fornece o cartão de crédito para quem possui endereço de residência e correspondência no Canadá.

Por fim, uma última dica/informação para aqueles que vão de mala e cuia, mas continuarão a receber dinheiro ou efetuar pagamentos aqui no Brasil: coloquem um terceiro titular na conta (nós colocamos a minha mãe). É muito mais fácil para que esta pessoa consiga resolver qualquer "problema". Desta forma não é necessário procuração pública específica (com poderes para tal).

Minha intenção com este post é informar as pessoas de que além da modalidade Premier existe a opção  Advance. Então não desistam,...

quinta-feira, 3 de março de 2011

Escrever ou não escrever?

Esse post é destinado àquelas pessoas que me perguntam o motivo de escrever um blog. Até pouco tempo atrás eu nunca tinha lido um blog. Talvez por falta de tempo (pois minha rotina é bastante corrida), ou talvez por alguns pré-conceitos (tenho que admitir). 

Então, depois da jornada iniciada veio a preocupação com a Kiara (post anterior). Tentei falar com agências de viagens, com as próprias cias aéreas, e cada vez ficava mais perdida, até porque cada uma diz uma coisa diferente da outra (inclusive diferente do próprio site).

Claro que a minha amiga que mora em New York me ajudou muito, mas ainda me faltava saber da experiência de uma pessoa que tivesse levado seu pet para o Canadá. 

Um dia (já quase sem esperanças) coloquei no Google: "viagem cachorro canada". Eis que, na lista de resposta, surge um blog com o nome Do Forno para o Freezer. Achei interessante. Clickei.

Pessoas,... só faltou aquele coro cantando Aleluia (como nos desenhos animados). Li o post Levando Cachorro para o Canadá. Adorei. Assim fui lendo outros posts relacionados ao tema. Quando me dei conta, estava lendo todo o Blog (início ao fim).

A autora assina como Lupatinadora. Ela me inspirou a escrever o meu próprio blog na expectativa de poder ajudar outras pessoas, da mesma forma que a Lu me ajudou.

Eu precisava tornar público o meu agradecimento e reconhecimento ao blog da Lupatinadora.

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Pré-Viagem com Animais

Essa é a Kiara! A nossa baby de quatro patas é uma Lhasa de quase 4 anos, super companheira. Ela tem 7 Kg e atualmente está com menos pêlos do que você está vendo, pois o verão aqui no sul também é mmmuuuiiito quente.

Quando ainda estávamos amadurecendo a ideia de irmos para Toronto, veio a dúvida: como levar a Kiara?

Lembrei de uma amiga que mora em New York (nos "reencontramos" através do Orkut). Ela foi transferida para lá e levou seu pet junto (um shitzu). As sugestões que ela me deu  com relação as companhias aéreas e ao Kennel foram muito importantes.

Considerando a altura da Kiki nos conformamos com a idéia de leva-la no compartimento de bagagens, onde a temperatura é controlada. 

Então compramos o kennel do modelo Furrarri fabricado pela Petmate (tecnicamente aceita por todas as companhias aéreas) com o seguinte raciocínio: já que ela não vai poder ir na cabine conosco, então que ela tenha todo o conforto e espaço que precisa e não precisa! (hehehe). O kennel é do mesmo modelo da foto e tem as seguintes dimensões: 
                       Largura: 48 cm
                        Altura: 49 cm
                   Profundidade: 68 cm

Como vocês podem notar, ele é amplo e espaçoso. Nós o chamamos de
"vagão".

É importante começar o treinamento o quanto antes. Nós utilizamos brinquedos, petiscos e etc. 

A Kiara se adaptou super bem. Ela utiliza o kennel como casinha, pois dentro de casa, o deixamos sem a portinha de ferro da frente. Quando queremos sair (ir a Porto Alegre ou ir a praia - viagem mais longa) colocamos o "vagão" na frente da porta e dizemos as palavras mágicas: "Vamos passear?"

Prontamente a Kiki entra no kennel e fechamos a portinha. Ela fica bem tranqüila.

É muito importante verificar com a cia aérea escolhida quais as dimensões que a caixa de transporte deve ter, pois cada uma delas tem critérios e frescuras diferentes.

Dica: você pode encontrar este modelo nas lojas Cobasi em SP.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Conta no HSBC

Depois de muita pesquisa e de ler outros blogs, decidimos abrir uma conta corrente no HSBC. A grande vantagem é que podemos abrir uma conta lá no Canadá (ainda morando no Brasil) e ambas ficam vinculadas.

Ontem a minha gerente ligou para avisar que a nossa conta aqui no Brasil já está aberta. Hoje vou passar lá para encaminhar a abertura da conta em Toronto.

Em outro post explicarei melhor o tipo de conta que abrimos e outros detalhes.