segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Pré-Viagem com Animais

Essa é a Kiara! A nossa baby de quatro patas é uma Lhasa de quase 4 anos, super companheira. Ela tem 7 Kg e atualmente está com menos pêlos do que você está vendo, pois o verão aqui no sul também é mmmuuuiiito quente.

Quando ainda estávamos amadurecendo a ideia de irmos para Toronto, veio a dúvida: como levar a Kiara?

Lembrei de uma amiga que mora em New York (nos "reencontramos" através do Orkut). Ela foi transferida para lá e levou seu pet junto (um shitzu). As sugestões que ela me deu  com relação as companhias aéreas e ao Kennel foram muito importantes.

Considerando a altura da Kiki nos conformamos com a idéia de leva-la no compartimento de bagagens, onde a temperatura é controlada. 

Então compramos o kennel do modelo Furrarri fabricado pela Petmate (tecnicamente aceita por todas as companhias aéreas) com o seguinte raciocínio: já que ela não vai poder ir na cabine conosco, então que ela tenha todo o conforto e espaço que precisa e não precisa! (hehehe). O kennel é do mesmo modelo da foto e tem as seguintes dimensões: 
                       Largura: 48 cm
                        Altura: 49 cm
                   Profundidade: 68 cm

Como vocês podem notar, ele é amplo e espaçoso. Nós o chamamos de
"vagão".

É importante começar o treinamento o quanto antes. Nós utilizamos brinquedos, petiscos e etc. 

A Kiara se adaptou super bem. Ela utiliza o kennel como casinha, pois dentro de casa, o deixamos sem a portinha de ferro da frente. Quando queremos sair (ir a Porto Alegre ou ir a praia - viagem mais longa) colocamos o "vagão" na frente da porta e dizemos as palavras mágicas: "Vamos passear?"

Prontamente a Kiki entra no kennel e fechamos a portinha. Ela fica bem tranqüila.

É muito importante verificar com a cia aérea escolhida quais as dimensões que a caixa de transporte deve ter, pois cada uma delas tem critérios e frescuras diferentes.

Dica: você pode encontrar este modelo nas lojas Cobasi em SP.

4 comentários:

  1. Oi Cindy!

    Legal que começaram o blog! Me ajudou muito nesse processo todo!

    bjo

    ResponderExcluir
  2. Olá! Quando vi o post sobre animais tive que escrever! Levei as minhas meninas (duas poodles) para Ottawa em junho do ano passado (nós descemos em Toronto e fomos de carro até Ottawa para não forçá-las a pegar outro voo). Como fomos na alta estação a Air Canada não permite o envio de animais, então enviamos pela Sysbrac. No final das contas elas foram no mesmo avião que nós. Entraram facilmente na casinha, mas no começo do voo de SP-Toronto a poodle mais velha começou a latir tanto que ao chegar lá estava rouca. Não sei como a 'filha' de vcs é, mas as nossas meninas se adaptaram facilmente. Estou de volta ao Brasil aguardando o visto do meu marido, mas as 2 ficaram em Ottawa com a minha mãe. Amamam a neve!!! No dia que chegamos estavam exaustas, mas logo se adaptaram. Boa sorte no processo de vocês!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Cindy.
    Quando vi a foto da Kiara me assustei, jurei que estava vendo a Tiffany. Mas olha só, hoje mesmo estive no aeroporto com a Tidinha para ver se ela pode embarcar conosco na cabine, a Tiffany tem o mesmo peso que a Kiara, e eles me garantiram que ela pode, a bolsa de transporte e o animal, não podem passar de 10 KG, mas o mais importante é comprar as passagens com a Air Canada, pq daí a Tam é obrigada a aceitar as medidas da Air Canada, que são maiores que as da Tam.
    Boa sorte.
    Bjs
    www.osmeza.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Juliana: Obrigada pela visita no blog. Adorei saber que as suas 'fihas' se adaptaram bem depois da chegada. Via de regra a Kiara é bem calma, espero que ela não se estresse muito com a viagem.

    osmeza: Realmente, a Kiara e a Tiffany são muito parecidas. Muito obrigada pela informação. Chegando a bolsa de transporte vamos até o aeroporto, como tu fizeste.

    Bjs Cindy

    Abraços
    Cindy
    www.demalaecuiaparatoronto.blogspot.com

    ResponderExcluir